Um farol na ilha

Fomos ver os veleiros na ria
A ida ao mar
Uma casa na ilha
Entre ria e mar
Uma casa na ilha
Um farol na ilha

Há uns anos para cá, acentuou-se a necessidade de quebrar as rotinas escolares refugiando-me com a família à beira-mar.
Retemperar as energias, esquecer os horários e fazer de conta que o carro não existe.
É um luxo ir a pé ou de bicicleta até a praia. Como também considero um luxo ter espaço à volta da minha toalha e poder ouvir o vento e o quebrar das ondas fundindo-se nas minhas leituras ou pensamentos.
Fujo das praias barulhentas.

Estive quase duas décadas sem voltar à ilha.
Um dia perfeito a ver passar os veleiros na Ria Formosa e os golfinhos no mar e um areal imenso só para os amantes da natureza.
Sempre achei graça às casas, aos passeios e pequenos jardins.
Pela primeira vez, não pernoitei lá. Apanhei o barco deixando para trás um farol na ilha.

Deixar uma resposta