Aniversários

Uma prenda especial para uma amiga especial Uma prenda especial para uma amiga especial Uma prenda especial para uma amiga especial Uma prenda especial para uma amiga especial Vejo o mês de Outubro bater à porta e como todos os anos, sinto uma ponta de angustia que invade o meu estado de espírito. Outubro é para mim época de aniversários, como se os anos dos familiares e amigos tivessem todos concentrados num só mês. É a minha mãe, são duas das minhas três filhas, a minha grande amiga e não me alongo mais! Um aniversário consome-me. Projecto-o muitas vezes com semanas de antecedência. Continuo a pensar que as prendas mais bonitas são aquelas feitas por nós. Como tudo o que é feito à mão, leva o seu tempo tal como a prenda que a M. fez para uma amiga que certamente não iria levar a mal por ter sido feita em casa. A Mary B., é uma amiga muito especial!

A importância dum rótulo

A importância dum rótulo A importância dum rótulo A importância dum rótulo Este Verão, tricotei um kimono para uma menina que ainda não tem um ano. É do estilo de casaquinho que ela poderá usar muito tempo porque também se veste curto por cima duma camisa, por exemplo. Lembrei-me, na altura de embrulhar o kimono, de juntar o rótulo do fio que tricotei para que a mãe da menina saiba a sua composição e instruções de lavagem. Que se deleitem ao usá-lo !

Deixar as ideias nascerem

Deixar as ideias nascerem Dedico o ingresso à escola à pequena Constança que deixou o pré-escolar para integrar o 1º ciclo de escolaridade. Despediu-se em Julho da Helena, a educadora de infância que tanto a motivou ao longo do ano transacto. Em sinal de agradecimento, levou uma almofada que resume o afecto e a gratidão. As crianças construíram uma cidade a partir do projecto do pré-escolar sobre "reciclar sólidos geométricos". Para a Constança, algo faltava naquela cidade e resolveu, em casa, procurar os materiais para, no dia seguinte, apresentar o seu projecto à educadora. Uma cidade sem carrossel é uma cidade muito triste. Com o apoio da educadora a Constança criou o carrossel feito a partir duma lata, duns lápis e recortes de papel onde desenhou figuras cheias de cores. Com estes elementos, aventurei-me na realização da almofada, em ponto cruz, respeitando tanto quanto possível as cores da bicicleta, da flor, do elefante e do arco-íris que constam no carrossel. Corre a frase que a Constança um dia disse a educadora "A Helena deixa as ideias da minha cabeça nascerem". Feliz ingresso na escola, Constança!