Nunca lá chegarei !

Urdir
A trança
A trança

São precisos muitos anos de aprendizagem para saber tecer.
Sei que já não vou a tempo porque daqui a uns 10 anos já não terei idade para estar sentada na burra.
Entre ontem e hoje, vi primeiro urdir para em seguida se fazer a cruz, depois a trança, finalmente compor a teia e enrolá-la. Não me canso de ver as mãos laborando. Também se aprende vendo!

3 comments on “Nunca lá chegarei !

  1. paula

    Adorei Diane!
    Em casa dos avós do meu marido plantava-se o linho, depois tecia-se e a seguir faziam naperons e paninhos de tabuleiro que ainda hoje vejo em casa dos meus sogros.
    Vou ficar à espera de ver o que vai sair daí! :)

    Reply
  2. Cristina

    Vim aqui parar por acaso e adorei conhecer o blog. Lindas imagens, lindas estórias. E um amor pelo campo e pelo alentejo que também é o meu. Felicidades.

    Reply

Deixar uma resposta