O peso da balança

O peso da balança
O peso da balança
O peso da balança
O peso da balança
O peso da balança

O segundo ano sabático está praticamente a acabar e não sabemos se devemos permanecer no Sul ou regressar ao Norte. A única certeza é que algo vai mudar. A M. vai ter de mudar de escola. Pois, a única do concelho de Mértola não pode oferecer o que ela mais deseja. Dos 58 alunos do 9º ano, poucos vão transitar para o 10º! A taxa de insucesso escolar é assustadora. A escola aposta nos cursos profissionais como alternativa para aqueles que dificilmente poderão sair do concelho.

Numa viagem este fim-de-semana à nossa casa da Beira Alta, a paisagem é outra.
Os jardins são um imenso matagal.
A casa está embrenhada em vivências da infância das miúdas. Ao regressarem serão agora umas adolescentes.
A Direcção Regional de Educação acaba de formar um mega agrupamento em Oliveira do Hospital, os números são outros e prevêem-se não menos de 30 alunos por turma, o que não confere especialmente qualidade de ensino!

Na balança, estão duas casas e uma é para fechar.
Na balança, está o peso duma instrução a receber.
Vamos ver para que lado cai a balança!

6 comments on “O peso da balança

  1. gasosa

    Eu fico triste por ver que quem faz um esforço para dar outra perspetiva do mundo aos filhos, jovens e adolescentes , seja traída por “reformas educativas” com mega agrupamentos e 30 alunos por turma, em nome de uma real falsa qualidade do ensino.

    Reply
  2. Capucine

    Grande décision a prendre qui n’appartient qu’à M et a ses Parents
    Les photos sont pleines de charme , de poésie
    Bisous

    Reply
  3. joanasoares

    Como é difícil fazer escolhas que envolvem toda a família…
    … Que a balança penda para o caminho mais luminoso, aquele que vos traga mais felicidade, é que desejo. Beijinho Diane ***

    Reply
  4. Karoline Nogueira

    Sinto o mesmo peso por aqui, mas meus miúdos com 6 e 7 anos por hora dependem muito mais do que lhes ensino em casa, e escola é péssima e eles tão cheios de ideias… Boa sorte!

    Reply
  5. Pingback: Setembro | XuXudidi et plus encore

Deixar uma resposta