A lã preta

Carmear a lã
Carmear a lã

No regresso da Beira Alta, trouxe comigo um velo de lã preta que lavei este Verão no lavadoiro da casa, aplicando a técnica usada pelas tecedeiras de Mértola.
À semelhança do velo branco, juntei-me às mulheres para, em conjunto, carmearmos a lã preta.
Chovia ontem e o corte de electricidade constante obrigou-nos a carmear à soleira da porta. Nem houve luz suficiente para registar esse momento que acho tão importante na experiência que vou vivendo à volta da lã.
A lã preta pareceu-me mais difícil de carmear devido à textura mais áspera.
Estou curiosa de ver o resultado quando finalmente aprenderei a fiar a lã.
Até là…

Deixar uma resposta