Pequeno-almoço

Pequeno-almoço
Pequeno-almoço

Era eu adolescente e o dinheiro para os almoços da escola financiava a compra de livros, que de outra forma não poderia adquirir. Devorava livros!
Um dia, subitamente, caí de fraqueza na rua. O susto foi tão grande que desde essa altura, o meu pequeno-almoço passou a ser uma refeição muito importante.
Com 3 crianças em casa e um almoço na escola, tenho dificuldade em controlar o que de facto elas comem. A primeira é vegateriana, a outra é medicada, de tal forma que não tem qualquer tipo de apetite.

Acordo uma hora mais cedo do que elas e preparo o pequeno-almoço. Tento que cada dia seja diferente do anterior. Uma mesa recheada de possibilidades. Um pequeno almoço apelativo, saudável, equilibrado.
Para variar das papas de aveia, descobri a granola de mirtilos da Patrícia. Um muesli caseiro que rapidamente adoptámos, misturado ao iogurte “fait-maison”. Quando for a época, acrescentaremos os frutos vermelhos do nosso jardim, para nos aproximarmos do “bircher muesli” helvético!

Deixar uma resposta