A Gastronomia dos Açores

Casa da Vigia #flores #açores Molho à pescador #graciosa #açores Lapas #terceira #açores Alcatra regional #terceira #açores Cracas #terceira #açores A influência norte-americana no Arquipélago dos Açores, leva-me a escrever sobre a gastronomia das ilhas. Nunca vimos tantos hambúrgueres, cachorros e sobretudo o dito “self-service” na restauração, ao km2. Todavia, quando olhamos para estas ilhas e estas terras, com pastos de fazer inveja ao continente, a carne só pode ser mais do que excelente. Quando olhamos para a vastidão do mar à nossa volta, de águas límpidas, transparentes, recreio dos golfinhos, o peixe, à mesa, só pode ser fresquíssimo e saboroso. Aqui vai uma lista, pequena, de alguns restaurantes por onde passámos e que consideramos dignos de visita, todos eles por diversas razões e todos eles por incluírem uma excelente lista de carnes, de peixes e de alguns mariscos típicos dos Açores como as lapas, as cracas e os cavacos. Foi na ilha das Flores que encontrei um lugar único, na Casa da Vigia (Fajã Grande), onde um casal italiano alegra-se com as experiências que levam à mesa. Lá comi o único peixe porco encontrado numa ementa. Uma especial relevância para o molho à pescador, feito com cominhos e açafrão que os pescadores faziam em alto-mar na altura da pesca, no J. J. (S. Mateus - Praia), na ilha da Graciosa. A melhor lapa feita na chapa, é a do Beto (Lugar do Bravio), sem descriminar as lapas assim como as cracas e o peixe sempre fresco na Adega de S. Mateus (S. Mateus). Para pratos regionais e tradicionais, recomendo o Ti’Choa (Serreta) e para a melhor carne de vaca (Angus) o Caneta (Altares). Estes 4 restaurantes, na ilha Terceira. No meio de tanto “self-service” O Canto do Paço (Prainha do Norte), na ilha do Pico é uma salvação. O prato de queijo é uma delicia. Em todos eles, recomenda-se o queijo fresco ou queijo de peso. Para regar uma boa refeição, sem fugir a vinicultura açoriana, o vinho branco do Pico “Frei Gigante” e da Graciosa “Pedras Brancas”. Se passarem pelo J. J. na Graciosa, pedem o digestivo “Andaia” feito da cidra (a sua origem é brasileira), na qual, macerada à infusão de aguardente, se juntam várias especiarias. Existe em toda a parte pela ilha, mas não há um fabricante oficial ... Read More