A cabeça entre as pernas, ou quase

A cabeça entre as pernas, ou quase
A cabeça entre as pernas, ou quase
A cabeça entre as pernas, ou quase

O ano passado deliciei-me com o nó que o Pedro dava à volta dos pés das ovelhas prontas para a tosquia.
Este ano, segui de perto o Miguel. De pernas soltas, manipula a cabeça do animal ora entre as suas pernas, ora segurando-a numa mão enquanto na outra a máquina desliza pela lã, muito rente ao corpo.
Há movimentos que são extremamente coreográficos, que vão sendo repetitivos de ovelha para ovelha.

Para responder à eterna pergunta sobre a compra da lã, o comprador ainda não veio buscar a lã que prometera adquirir já no ano passado. A lã está guardada num palheiro. Dão muito pouco por ela, nem dá para pagar o serviço da tosquia!

A cabeça entre as pernas, ou quase
A cabeça entre as pernas, ou quase

Deixar uma resposta