A Colheita das Azeitonas

A colheita das azeitonas

Mais uma vez, este ano, procedemos à colheita da azeitona. Feitas as contas ao pessoal, lagar e outras pequenas despesas, sem contar a lavra anual dos olivais, este ano o litro de azeite ficou-nos a 5,73€ (ficou mais barato que o ano anterior, porque prescindimos do tractorista). Para além de continuar a não ser rentável para os agricultores, também ninguém aparece para comprar o azeite excendentário como antigamente. Até o ciclo ancestral da economia de subsistência rural, se esvai. De Bruxelas, primeiro vieram subsídios para arrancar oliveiras centenárias. Depois subsídios para plantar novas oliveiras. Destes subsídios, pouquinho dinheiro chegou às mãos dos pequenos agricultores. A maior parte foi para as grandes plantações de olivais em latifundios. No Alentejo sustituíram-se milhares de hectares de cereais por olivais. Aqui, plantou-se muitíssimo mais oliveiras que dão azeitona “verdelha” do que “galega”. Esta produz ou “rende”, como dizem os agricultores, muito menos azeite do que a “verdelha”. Esta, verde e carnuda, tem muito mais acidez que a “galega” e “funde” (relação produtiva quilo de azeitona = litro de azeite) a 25 ou mais, ao passo que a “Galega”, preta e pequenina, “funde” a 12, máximo 16, quase metade a menos. Portanto, uma produz quantidade e com maior acidez, outra qualidade com menor acidez. Também podem existir outros factores, mas “grosso modo”, anda tudo à volta disto. Foi o que aprendemos das numerosoas conversas com os agricultores, herdeiros do Saber centenário dos seus antepassados. Dizeres esses, confirmados numa prova organoléptica individual, que qualquer um de nós pode fazer, constatando-se claramente a qualidade de um e de outro azeite. Façam a experiência. Bom apetite.

0 comments on “A Colheita das Azeitonas

  1. Arlinda

    Tambem andamos na apanha
    A minha mãe diz que só tem galegas e não as troca pela verdelha.
    O azeite ficou bom.

    Reply
  2. Pingback: Azeite, do olival para a sua mesa | XuXudidi et plus encore

Deixar uma resposta