♡♡

♡♡
Lado a lado
♡♡

Destas experiências, fiz estas duas mini bolsas, prenda de Natal para as miúdas guardarem o MP4 quando este não estiver a uso.
Tinha poucos recursos (não trouxe quase nada da minha outra casa) mas de qualquer maneira, adorei o resultado.
Do “ponto russo” para os brasileiros à “fada do lar” para o velho continente, descubro e não vou desistir de tantas possibilidades que esta agulha de bastidor pode realizar.
A creatividade não tendo limites, já estou a pensar nuns cartões de Boas Festas, muito especiais para a família.
As últimas dúvidas, além daquelas que me foram dadas através de mensagens e pelas quais agradeço muito, foram tiradas na escola falando com os professores de Educação Visual e Tecnológica, também eles um verdadeiro poço de saberes.

Para ter a certeza de não deixar fugir o ponto (o trabalho faz-se pelo avesso) usei cola branca. A agulha mágica permite de facto um ponto mais ou menos comprido, ficando farfalhudo como aqui ou mais curto como aqui.
Não gostei muito do resultado, no caso do ponto mais alargado porque a bolsa é muito pequena e delicada, cortei no comprimento. A linha abriu-se dando nova textura ao coração.

As experiências vão prosseguindo…

0 comments on “♡♡

  1. claudia ribau

    pois o resultado é muito muito bonito. Brancos, creme e uma pontinha de cor…perfeito! O coração e o pequeno formato… Muito delicado todo esse conjunto!
    Parabéns!

    Reply
  2. alice

    Se aproximares os pontos e depois cortares à superfície, ficas com algo semelhante ao “ponto veludo” do Bordado de Guimarães, que eu acho mesmo muito bonito.
    Só uma ideia para experimentares com a agulha mágica :)

    Reply
    1. mamanxuxudidi

      Ana, a agulha para trabalhos em esmirna não tem nada a ver com a agulha de bastidor que produz outro tipo de ponto. Chama-se, em Portugal, “fada do lar”.

      Reply
  3. Isabel Cappelle

    Grande descoberta esta, Diane! Quando era miúda também fiz uns trabalhos em fada do lar.

    Espero que esteja tudo bem pelo Alentejo! Quando é que nos fazem uma visita?

    Reply

Deixar uma resposta