São as pessoas que fazem a festa

São as pessoas que fazem a festa
São as pessoas que fazem a festa
São as pessoas que fazem a festa
São as pessoas que fazem a festa

É uma aldeia onde os moços ainda brincam na rua.
Na véspera da festa da J. brincavam com berlindes. Ontem, exibiam pistolas e atiravam ao ar num disparo de felicidade por cada balão que rebentava.
Porque não há números nas portas das casas, os balões indicavam a casa em festa.
Passei os últimos dias a elaborar uma caça ao tesouro.
Viver o exterior, descobrir os encantos da aldeia levando um bando de miúdos a correr à volta dos poços, dos moinhos, enchendo as ruas dos seus gritos e gargalhadas. Perguntar, fazer participar a comunidade na busca ao tesouro.
E há o regresso no fim do dia, à casa em festa. Soprar as velas, pôr-se debaixo da mesa, morder a vela, pedir um desejo e dar um grito (tradição de Serpa).
Foram todos ficando, todos quizeram jantar e fazer serão.
São as pessoas que fazem a festa!

0 comments on “São as pessoas que fazem a festa

Deixar uma resposta