Quase…

Quase
Quase

Quase… é assim que defino a outra casa quando perguntam por ela.
O poço foi limpo do seu conteúdo. O último achado, rachado, está preciosamente guardado.
O móvel que estava esquecido na cocheira e que fora duma mercearia do Pomarão há mais de 100 anos, não entrou à primeira pela porta. Está agora na cavalariça, hoje, a nossa sala de estar.
Quase…
Falta ainda a electricidade para acender o fogão mas, para remediar, é o forno do pão que será aceso para inaugurar a casa.
Está quase!

Quase

0 comments on “Quase…

  1. Inês Nogueira

    uau, diane! está a ficar tudo lindo. e o móvel…
    também encontrei um de liceu antigo. não consigo parar de olhar para ele. bjs.

    Reply

Deixar uma resposta