Um estojo para a avó

Um estojo para a avó
#28 Estojo de agulhas de tricot

A Sílvia vinha com uma ideia concreta.
Queria um estojo de agulhas de tricot para a avó de 85 anos.
Não conheço nem a Sílvia nem a avó, mas optei por fazer 2 estojos e deixá-la escolher. Dos 2, este é sem dúvida o mais sóbrio.

É a segunda vez que vejo uma neta declaradamente mimar a avó. É um gesto lindíssimo que vejo tão raramente, tal como a atenção, o carinho.
Cada ponto que dei, pensei nos meus avós. Estava projectada no futuro com esta encomenda, mas com os meus pensamentos virados para o passado.
Tinha uma cumplicidade tão grande com eles… porque é que não vejo, suficientemente, a mesma aproximação entre netos e avós, por cá?

0 comments on “Um estojo para a avó

  1. meri

    o estojo está lindo, realmente!
    mas a sua última frase é uma generalização excessiva, não?
    Não leve a mal, mas, como avó, sinto-me bem próxima e cúmplice das minhas netas. Até a internet com o skype dão uma ajudinha à proximidade da que está mais longe :)
    um abraço
    méri

    Reply
  2. Carina

    Bom dia Diane,

    felizmente posso dizer que a minha relação com os meus avós é (foi, sempre) de grande proximidade. Pequena que era, chegava a gostar mais de passar tempo com a minha avó materna do que com a minha mãe (que hoje se ri disto). Agora só resta o avô e as saudades das avós são imensas… eram mulheres como raramente se vê, totalmente inspiradoras e em todos os sentidos. O avô, esse, ainda continua (nos seus 80 anos) a nos deixar surpreendidos: um homem forte, que ainda faz os campos, o mestre da sopa de feijão vermelho e couve (que ninguém em casa consegue como ele)… e muito mais havia para dizer.

    Vivam os avós <3

    Beijinho
    O estojo está lindissimo <3

    Reply
  3. Sílvia Silva

    Obrigada pelas palavras simpáticas Diane! Na minha família as relações netos-avós sempre foram muito próximas:) no Domingo já vou ver a reacção dela! beijinhos.

    Reply

Deixar uma resposta