Um rico requeijão

Um rico requeijão

Trouxe do Baixo Alentejo um enorme requeijão.
Pesava à vontade um bom quilo e foi feito em pano de fraldas.
O requeijão da minha aldeia não pesa mais duma centena de gramas e é feito dentro dum açafate.
O primeiro compra-se ao peso, o segundo, à unidade.
Ambos são de ovelha.
Como seria inimaginável comer uma grande quantidade deste requeijão em tão poucos dias, decidi experimentar uma receita tradicional, um ex-libris da doçaria alentejana, um bolo de requeijão que se costuma fazer por altura da Páscoa, na região de Serpa.
A receita foi retirada do livro Festas e Comeres do Povo Português, Volume II da autoria de Maria de Lourdes Modesto e Afonso Praça.
Posto na mesa, o bolo de requeijão desapareceu num ápice!

Um rico requeijão

Para os amantes de requeijões e de queijos em geral, valerá a pena passar por Serpa para a X Feira do Queijo que se realizará no próximo fim-de-semana. Mais pormenores aqui.

0 comments on “Um rico requeijão

  1. Ana Ferreira

    Olá,
    Visito com alguma regularidade o seu blogue, que aprecio bastante, embora não seja grande comentadora. Mas desta vez, não resisto, e é logo para fazer um pedido… será que podia dar-nos a receita deste bolo que tem um aspecto tão apetitoso?
    Obrigada!

    Reply
  2. sílvia ferreira santos

    Hummmm…tudo o que eu gosto: requeijão, sobremesa, e fotografias bonitas. o dia está a correr bem! beijinhos

    Reply
  3. teresa

    Com um aspecto destes,o que esperavas? que se estraga-se sem ninguém comer, até eu comia uma bela fatia, olá se comia.
    Acompanho o teu blog diáriamente, fico muito feliz por já estar tudo dentro da normalidade. Felicidades para vocês. Vou ficar à espera também da receita.
    Obrigada pela partilha.
    Vou estar sempre por aqui.

    Reply
  4. Pingback: A receita « XuXudidi et plus encore

Deixar uma resposta