O cântico

O cântico
O cântico
O cântico

Passados tantos, tantos e tantos anos, continuo a abraçar este Portugal com o mesmo fervor.
Não me lembro de atravessar um país, fazendo tão poucos quilómetros e ter tão repentinamente mudanças de paisagem, mudanças de clima e outras tantas mudanças culturais.
Haveria muito para dizer sobre estes dias passados longe de casa.
Saltamos dum campo para outro, descemos da Serra para percorrer a imensidão das planícies. Mas tanto cá como lá, vejo morrer as tradições.
Mantendo as tradições, mantem-se a nossa identidade.
No entanto, apesar de tudo, quebrando o silêncio da noite, embalando o meu sono, ainda ouvi o canto dos homens à volta do cepo.

0 comments on “O cântico

  1. Deva

    Que lindo post, luz e fotos!É pena ver que cada vez há mais gente a deixar o país, por vezes por razões puramente “caprichosas”… Um óptimo Ano para vocês :)

    Reply
  2. Francesca

    It’s very sad to see traditions disappear, and peoples homogenize. But it’s also interesting to see how traditions and customs acquired from outside get reinvented and molded to fit a different context.

    Reply

Deixar uma resposta