A chegada dos meus pais

Na Afurada Na Afurada Afurada, foi o pretexto para brindar a vinda dos meus pais com um peixinho fresco à hora do almoço. Os dias vão ser mais fáceis de hoje em diante. A ideia de me sentir mais apoiada devolveu-me novos ânimos. O mesmo ânimo perante inúmeras mensagens ou chamadas, das quais não saberei responder com tanta solidariedade para com a situação actual, mas que não quero deixar de agradecer desde já e de uma forma geral. Na Afurada, também encontrei gente acolhedora, como a dona destes piriquitos, como as mulheres descendo do povoado até ao lavadoiro à beira do rio, para ali lavar a roupa e fazer tempo até ela secar ao vento. Read More

Faz 15 dias

Faz 15 dias Faz 15 dias Faz 15 dias Não posso traduzir o ritmo dos dias. Parecem absurdos. Percorro sim, os quilómetros necessários para estar mais perto dele, porque cada vez mais me sinto egoístamente isolada. A casa parece despida dos rituais diários. A noite, são elas que marcam presença partilhando a cama conjugal, cada uma a sua vez. No princípio, sendo as visitas restritas às crianças, filmei pequenos vídeos em que o pai deixava curtas mensagens. Todos os dias sou portadora de bilhetes, de cartas, de desenhos... o suficiente para encontrar o equilíbrio das emoções, uma estabilidade necessária para o dia-a-dia delas e dele. Na semana seguinte, foi possível a aproximação, os abraços demorados, perguntas que ainda hoje não obtêm respostas. Hoje, faz 15 dias que estamos fisícamente separados. Read More

Novos estojos

Novos estojos Apesar de todos os contratempos ao longo desta semana, consegui acabar novos estojos para acessórios de tricot. Dois deles foram realizados no espírito do wallpaper. Podem ser vistos com mais pormenores aqui e serem adquiridos aqui. ... Agradecemos as vossas amáveis palavras de apoio. Todavia, embora continue hospitalizado (ainda procuram a origem de tão mau estar) está sobre boa vigilância. Bem Hajam!

Comme s’il s’agissait de la foudre

Comme s'il s'agissait de la foudre Comme s'il s'agissait de la foudre Comme s'il s'agissait de la foudre Tout d’un coup, tout bascule ou du moins on croit que tout va basculer. Tes lèvres s’imprègnent des plus beaux mots d’amour comme s’il s’agissait du dernier souffle. Tout d’un coup, plus rien n’a vraiment de l’importance sauf toi, sauf nous, ce noyau familial qu’un jour nous avons voulu construire comme s’il s’agissait de la batisse de notre vie. Tout d’un coup, nous avons vu ton corps crampé dans la douleur, ces longues heures dans la nuit comme s’il s’agissait du néant. Si vous me posez la question, je répondrai “tout va bien maintenant, merci”.

La gougère

La gougère La gougère Sem tempo para elaborar grandes refeições (não sou amante de bife com batatas fritas), recorri ao livro de cozinha da minha avó. Esta enciclopédia foi o livro ideal das mulheres dos anos 60. Conciliando trabalho com as lidas domésticas, propõe de tudo um pouco obedecendo por ordem alfabética. Um livro que fazia ganhar tempo. Fiz uma gougère (rima com "gruyère"!) que, acompanhada duma boa salada, será o nosso jantar. A receita pode vê-la aqui. O livro (em francês) ainda se encontra à venda na net por um preço muito interessante. L'encyclopédie de la grande et de la petite cuisine Les Editions Rombaldi, 1964