Dos meus pais

Dos meus pais

Não gosto das despedidas.
Dos cais de embarque, das lágrimas, da dor, da separação.
Não gosto das despedidas.
Dos braços no ar, das silhuetas imperceptíveis no horizonte, do abandono repentino.
Não gosto das despedidas.
Do recordar, da saudade.

Há dois anos.
Hoje.
E pergunto-me quando será a próxima!

7 comments on “Dos meus pais

  1. Catarina

    Eu também não e infelizmente tenho que me despedir com frequência…Os teus olhos de filha fizeram um belo retrato aos seus pais! E o teu cão é um grande poseur;) beijinhos, Diane!

    Reply
  2. Virgínia

    custa tanto! a despedida é algo que não aceito, simplesmente me parece desumana.
    Mas apesar da distância estão muito perto e isso é tão importante, Diane. Um abraço nosso :)

    Reply
  3. Pingback: Au revoir « XuXudidi et plus encore

Deixar uma resposta