Dum padrão à manta

Passear de máquina fotográfica ao ombro.
Olhar em frente, para cima e para os lados.
Espreitar por trás das portas.
Espantar-se com o chão que pisamos e registar o momento.
Acabo por coleccionar padrões tão diversos e este, viu a luz na forma duma manta.

Aproveitei a merenda nas palheiras para a fotografar.
É um quadrado em patchwork de 1,30 m., inteiramente alcochoado à mão. O verso é uma bonita toile de Jouy. O enchimento e a manta são 100 % algodão.

A manta, como estas têtes de nègre, seguem comigo para a feira Craft & Design no Jardim da Estrela este fim-de-semana, em Lisboa.
Uma oportunidade para as verem de mais perto.
Apareçam!

Deixar uma resposta