Conservar (IV)

É tempo deles. Marmeleiros é o que há mais e há quem os compre por 0,10 cêntimos o quilo, para depois vê-los à venda em supermercados 290 x mais o seu preço inicial ou seja a 2900% mais. A diferença abissal entre o produtor que recebe 0,10 cêntimos e o distribuidor que os vende a 2,90 €.

Há duas semanas fiz marmelada e geleia também. A geleia conservei-a logo desta forma.
Deixei secar a marmelada ao sol durante este tempo. Hoje, com ajuda da C., que andou a recortar a forma das tigelas num papel vegetal, procedi à sua conservação.
É um metodo muito antigo que continuo a aplicar. Consiste em colocar um pouco de aguardente à superficie da marmelada, retirar o excesso e colocar de seguida o papel vegetal previamente cortado, afastando o ar do centro. Repetir esta última operação (retirar o ar) nos próximos dias.

Gosto muito deste método de conservação porque permite à marmelada envelhecer com certa subtileza. Faço grande quantidade dela para consumir ainda este ano com o requeijão da região, como também para oferecer aos amigos que por cá passam. O resto será consumido no ano seguinte. Garanto que será ainda mais saborosa.
Tal como o vinho, a marmelada também bonifica com o tempo.

One comment on “Conservar (IV)

  1. Pingback: Conservar (V) « XuXudidi et plus encore

Deixar uma resposta