O vestido

Se tivesse uma tela, salpicava-a de azul.

Azul

Azul

O meu olhar enche-se de azul como os lindos azulejos das fachadas lisboetas que encontrei pelo meu caminho, como o azul deste tecido africano que com ele ganhei coragem para seguir o padrão nº 22/23 deste livro.
Arrisquei seguir as instruções. E estou tão contente com o resultado que vou já começar um outro modelo do mesmo livro para ganhar mais prática.
A M. quer um vestido mais ajustado ao corpo e apontou um modelo com smocks.

One comment on “O vestido

  1. Pingback: Arriscar « XuXudidi et plus encore

Deixar uma resposta