Je t’aime, un peu…

Abraçou-me, feliz.
O poncho, parece-se com um cache-coeur porque cruza no peito e aconchega o ainda pequeno coração dela.
Há dias que não lhe víamos um sorriso.
A Primavera andou-lhe a pregar uma pequena partida.
O coração de mãe sofre por vezes.

Deixar uma resposta