Savoir Vivre

As cunhadas

Foi uma viagem duma semana, nós os dois, só os dois, longe de casa, longe das nossas filhas, mas com a grande cumplicidade delas.
Viagem para matar saudades, encontrar os amigos e conseguir ainda espreitar a rua, viver os seus ambientes.
Respirar história e tradições em harmonia com o presente.
Respirar “Le savoir vivre”.

Rue Saint Boniface

Regressar com o coração quente, com vontade de refazer o mundo.
Abrir as malas, ter três pares de olhos curiosos.
Revelar os segredos de tantos achados encontrados um pouco por toda a parte como o chocolate de Chaudfontaine, prosseguindo por Huy, Liège, Marchin e os seus caminhos românticos.
Um pouco ao acaso dos nossos passeios pelos bairros de Bruxelas como Ixelles, os Wax de Matongé, a feira da ladra da Place du Jeu de Ball, l’Avenue Louise, livrarias por toda a parte, a Place Flagey, sem esquecer Gré d’Oiceau, Lasne, Genval…
Olhos arregalados e embevecidos com tantos tesouros!

Deixar uma resposta