Dona Miquelina



Estou a acabar um avental para uma criança, com túlipas, para apanhar as flores do jardim.
A Matilde escreveu uma pequena história para gente solitária, ela pede publicação da mesma que aqui transcrevo:
"No armário da cozinha da Dª. Miquelina só havia: garfos, facas, copos, tigelas, guardanapos e guardanapos...
Dª. Miquelina vivia isolada.
Todas as noites comia um naco de pão com ovo e bebia leite. Como gostava de ver televisão, là via ela.
Certa noite todos os objectos do armário quiseram fazer uma festa. Bem, aquilo não correu assim tão bem porque falavam todos ao mesmo tempo, gritavam, riam, dançavam, cantavam até que Miquelina acordou e juntou-se à festa. E gritaram para Dª. Miquelina: Já não estás só!"

Rima




"No Pinhão encontrei uma Paixão e em cima um grande coração"


Deveríamos ter ido para Asilah em Marrocos passar as férias da Páscoa, mas devido ao mau tempo optámos por ficarmos por cá. Deambulamos pelas margens do Rio Douro, até encontrarmos o Pinhão. A rima da Clotilde nasceu do entusiasmo do passeio. E com ela hei-de fazer um Lenço dos Namorados.